47ª e 48ª Semana do seu bebê

Provavelmente seu bebê já está querendo andar a seu lado pela sua mão

Bebê com brinquedosProvavelmente seu bebê já está querendo andar a seu lado pela sua mão, para realizar seus primeiros passos na direção vertical.

Seu bebê…

Logo você estará comemorando o primeiro aniversário de seu bebê. Seu filho realizou incontáveis passos de progresso nesse curto período. O pequeno lactente evoluiu para uma pessoinha bastante independente.

Além de engatinhar, seu filho começa a caminhar apoiado sobre as mãos e os pés na “marcha do urso”. A partir da posição de cócoras, ele chega à posição livre em pé. Ele engatinha sem esforço por cima dos obstáculos e começa a galgar degraus de escadas. Assim que ele se sentir seguro, ele tentará seus primeiros passos. A maioria das crianças aprende a andar livremente entre doze e dezoito meses. Jogar bola também é legal. Nesse caso, não se trata de arremessos dirigidos, pois já soltar a bola simultaneamente das duas mãos é uma grande realização de coordenação.

A memória de seu filho já melhorou e talvez já esteja em condições de associar um objeto com sua função (um copinho com “beber”, uma colher com “comer”). Ele não tem receio de expor suas emoções, como alegria, orgulho, raiva ou frustração! Além disso, agora ele reconhece o sentido de algumas palavras e reage principalmente àquelas que terminam com som de A. Algumas crianças já dizem ma-mãe ou pa-pai.

E você…

Algumas mulheres voltam após doze meses com seu filho a seu local de trabalho. A maioria das mulheres enfrenta essa tarefa com um olho risonho e outro choroso. Por um lado, alegre-se pela mudança, por outro, tenha um grande respeito em deixar seu filho sob os cuidados de outra pessoa, mesmo quando se trata da querida vovó ou de uma experiente e amorosa babá diária. Converse com outras mães que já passaram por essa fase de substituição. Elas te animarão!

Talvez, porém, você fique os primeiros anos em casa com seu filho. Mesmo que cada vez se fala mais da ampliação de locais de creches e escolinhas, fica cada vez mais difícil para você justificar que prefere ser uma “gerente de família” de tempo integral (ou seja, dona-de-casa). “Mas isso basta para você?”, você não precisa se preocupar com essas e outras perguntas de outras mães.

Você é que sabe o que é melhor para você e seu filho. Seu crescimento individual em casa não pode ser subestimado! Ele é tão valioso e desafiador como qualquer outro emprego, talvez até mais. Afinal, ficar em casa não tem a ver com preguiça, você não põe as pernas para cima e descansa o dia inteiro.

Enquanto mães profissionalmente ativas entregam seus filhos para babás ou ao jardim de infância e podem assim colocar a responsabilidade por algum tempo em outras mãos, você tem de cuidar do bem-estar de seu filho sem descanso. Isto também é uma profissão, apenas está estruturada de forma diferente na organização do cotidiano. Mas isto não significa que seja menos valiosa.

Lembrete

Proteja sua casa, respectivamente seu filho! Caso seu filho tenha uma atração especial por terra de vasos, você pode escolher uma meia-calça e encaixá-la sobre a planta e amarrá-la no pé do vaso. Assim, a terra fica onde deve estar. Além disso, pequenas dobradiças em gavetas e armários ajudam a manter a ordem e previnem desagradáveis dedos prensados. Para escadas existem grades e para chapas de fornos existem proteções contra mãos de crianças. Faça sua casa tão segura para crianças que você possa seguir seu cotidiano sem o constante temor de que algo possa acontecer.

Leia também sobre a 45ª e 46ª Semana e 49ª e 50ª Semana.

manual-do-bebe-2-banner-verde

Assuntos relacionados: 47 e 48 semana, Semana do bebê