31ª e 32ª Semana do seu bebê

O que deve ter na farmácia doméstica? Quem posso chamar em casos de emergência?

31 e 32 semanas do seu bebêA partir do momento em que seu bebê começa a se alimentar também de papinhas, muda, além do ritmo diário, uma série de outras coisas.

Seu bebê…

A partir do momento em que seu bebê começa a se alimentar também de papinhas, muda, além do ritmo diário, uma série de outras coisas. Aumentam as montanhas de roupas, babadores e camisetas manchadas, sem falar da digestão que muda.

Assim, pode ser que seu filho reaja com prisão de ventre a alguns alimentos, o que pode causar maus humores durante o dia ou noites intranquilas. Além disso, muda o conteúdo das fraldas. No máximo agora já compensa ter um recipiente à prova de cheiros para fraldas, pois assim que alimentos de verdade começam a ser digeridos, acabou o tempo do cocô com cheiro adocicado de amamentação. Especialmente quando seu bebê tiver recebido a primeira papinha de carne, você vai precisar se acostumar aos novos odores das fraldas.

O tema segurança também é mais atual do que nunca, nada mais está seguro contra seu pequenino. Principalmente pais de gêmeos e múltiplos têm dificuldades em proteger seu pequenino, pois assim que um bebê rasteja em uma direção, o outro já se decidiu firmemente a beber todo o conteúdo do vasilhame de limpeza. Manter a calma é a melhor receita nesse caso, pois mães conseguem fazer muito, mas não conseguem se dividir em mais de uma. Entretanto, se acontecer alguma coisa, você deve ter pronto um plano de emergências. O que deve ter na farmácia doméstica? Quem posso chamar em casos de emergência? Onde é o hospital mais próximo? Como posso contatar o telefone de emergências de intoxicações? Onde consigo informações sobre remédios homeopáticos e outros medicamentos?

E você…

Às vezes, você se sente só. Mesmo quando o seu bebê está sempre com você, essa sensação também está. Você sente falta do contato pessoal, das conversas com os colegas, da interação com gente da mesma idade. Antigamente você resolvia coisas e depois alguém dizia “Obrigado” ou “Bom trabalho”. Hoje você resolve coisas e seu bebê agradece com um acesso de gritos à noite ou com uma noite em claro. Antes a escrivaninha estava vazia depois de você trabalhar oito horas. Hoje parece que enrolar fraldas, amamentar e os afazeres domésticos nunca têm fim.

Mas você cresce com os seus deveres! E quanto mais independente seu filho fica, tanto mais independente você também ficará. Converse com mães cujos filhos já sejam maiores e você descobrirá que será possível reorganizar sua vida logo. Seu horizonte se amplia extremamente por meio de seu filho e você estabelece necessidades totalmente diferentes para sua vida.

Antigamente, portanto antes do parto, nem tudo era melhor!

Era simplesmente diferente. E agora, bem sincera: As sensações de felicidade que seu bebê lhe transmite com seu sorriso, essas seu chefe nunca conseguiu lhe dar. E o orgulho pela primeira palavra ou pela primeira tentativa para engatinhar. Este é um orgulho diferente daquele que você sentia depois de uma apresentação bem-sucedida a clientes. E não fique triste se alguns amigos ficarem pelo caminho. Aqueles, que não conseguem compreender sua vida com um filho, talvez. Mas você também ganha uma quantidade de pessoas novas. A vizinha grávida, as moças do curso preparatório ao parto e muitas, muitas mais.

Lembrete

Como está sua barriga? Ainda existe necessidade de esticamento? Se for assim, existem ótimos cursos e aulas em academias para melhorar o preparo físico especialmente para mães (alguns até com crianças), que talvez lhe agradem. Informe-se em sua vizinhança. Isto é divertido e aumenta sua autoestima.

Leia também sobre a 29ª e 30ª Semana e 33ª e 34ª Semana.

manual-do-bebe-2-banner-verde

Assuntos relacionados: 31 e 32 semana, Semana do bebê