Ruptura prematura das membranas e contrações prematuras na gravidez

AZIA NA GRAVIDEZNormalmente, ocorre uma ruptura de membranas pouco antes ou durante o parto.

Ruptura Prematura de Membranas: Normalmente, ocorre uma ruptura de membranas pouco antes ou durante o parto. Se isso acontecer num momento prematuro, devem começar as contrações dentro de um período de dias ou semanas e, independentemente da semana de gestação, acontecerá um parto prematuro. As causas para uma ruptura prematura de membranas podem ser infecções, contrações prematuras ou uma dilatação de colo uterino no caso de excesso de líquido amniótico ou de uma gravidez múltipla. Após essa ruptura, será necessário um tratamento com antibióticos para evitar o risco de infecção na cavidade amniótica. O bebê é preparado para um possível parto prematuro com corticoide para a aceleração do amadurecimento dos pulmões fetais.

Atividade Prematura de Contrações: Contrações durante a gravidez são normais e, eventualmente, basta aumentar o repouso que elas param. De qualquer forma é importante conversar com seu médico, já que contrações prematuras, ou seja, antes da 37ª semana de gestação, podem causar a abertura do colo uterino e ocasionar um parto prematuro. Contrações prematuras podem ser causadas, por exemplo, por infecções, uma ruptura prematura de membranas ou por excesso de líquido amniótico. A terapia está condicionada à semana de gestação. Geralmente são utilizados medicamentos inibidores de contrações.

Assuntos relacionados: Complicações, Contrações, Contrações Prematuras, Gravidez, Parto, Parto Prematuro, Ruptura Prematura das Membranas, Saúde, Semana 38, Semana 39, Semana 40