Ameaça de parto prematuro

Sétimo mês de gravidezDurante a gravidez é perfeitamente normal observar um aumento de fluxo vaginal, desde que seja claro, sem cheiro e não cause ardor.

Entretanto, se você observar um fluxo súbito crescente e alterado, é aconselhável se submeter a um exame ginecológico para afastar o risco de infecções vaginais e urinárias. Essas infecções durante a gravidez, se não forem tratadas, podem provocar contrações prematuras e uma dilatação do colo uterino, que aumenta o risco de parto prematuro.

Para evitar esse tipo de complicação, o médico irá prescrever medicamentos inibidores de contrações e, conforme o tempo da gestação, também uma medicação para o bebê, como agentes para o amadurecimento dos pulmões da criança e contra o risco de infecções.

Assuntos relacionados: Complicações, Contrações Prematuras, Doenças, Gravidez, Infecção, Parto, Parto Prematuro, Saúde, Semana 28, Semana 29, Semana 30, Semana 31, Semana 32, Semana 33, Semana 34, Semana 35, Semana 36