O aleitamento materno

 Como deve ser feita a amamentaçãoO aleitamento materno proporciona um desenvolvimento mais saudável e estreita a relação entre mãe e filho. É importante que as mulheres estejam informadas sobre todos os benefícios do aleitamento materno e as desvantagens da introdução precoce de leites artificiais.

É importante que as mulheres estejam informadas sobre todos os benefícios do aleitamento materno e as desvantagens da introdução precoce de leites artificiais.

Também é importante que possam receber ajuda diante das dificuldades que podem surgir nas primeiras semanas.

Uma das vantagens da escolha em amamentar, tanto para o bebê quanto para a mãe, é a estreita relação que se estabelece. Uma cumplicidade difícil de comparar com qualquer outro sentimento. No caso do bebê, o contato de uma pele com a outra proporciona o calor e a segurança que permitem um desenvolvimento psicológico saudável.

Ter os seios pequenos não é motivo para fazê-la desistir desse privilégio. Está mais do que provado que um seio pouco volumoso tem tanta capacidade de produzir leite quanto um seio maior.

O leite humano é composto de mais de 200 substâncias, entre elas anticorpos, vitaminas e sais minerais. É rico em nutrientes, sendo assim o alimento mais completo e adequado para o bebê.

Vantagens do aleitamento materno:

  •  Protege contra a maioria das infecções nos primeiros meses de vida. Um bebê que mama no peito raramente fica doente e quando fica, sua recuperação é muito mais rápida.
  • O bebê digere com mais facilidade o leite humano do que o de outros animais.
  • Nenhuma criança é alérgica ao leite humano. Isso pode protegê-la do risco de, futuramente, sofrer doenças alérgicas.
  •  A amamentação é boa para o desenvolvimento dos dentes e maxilares. Pense que as crianças que mamam consomem 60 vezes mais energia na sucção do peito do que as que se alimentam com uma mamadeira.
  • Ajuda a reduzir a incidência de várias doenças crônicas na infância, como asma e obesidade, e na idade adulta, como hipertensão e diabetes.
  •  Não há recipiente melhor e mais disponível que o seio materno. Nele a comida do bebê está sempre pronta, com a temperatura e a consistência ideais.

Isso explica por que os bebês amamentados vão menos a consultas, principalmente aquelas que acontecem por causa de diarréias, otites transtornos gastrintestinais, alergias erupções ou infecções respiratórias.

E se pensarmos apenas na mãe, há também bons motivos para que dê de mamar a seu filho, pois assim conseguirá retornar a sua forma física mais rapidamente. O aleitamento faz com que o útero, que durante a gravidez aumentou em 20 vezes o seu volume, volte mais depressa ao seu tamanho normal. Sabe-se também que o câncer de mama é menos freqüente nas mulheres que amamentaram. Outra vantagem suplementar para a sua saúde é que o aleitamento atrasa a menstruação, o que permite armazenar reservas de ferro.

Assuntos relacionados: 1 e 2 Semana, 3 e 4 Semana, 5 e 6 Semana, 7 e 8 semana, Aleitamento Artificial, Aleitamento Materno, Bebê, Infecção, Leites Artificiais, Mãe e Filho, Nutrição