1ª e 2ª Semana do seu bebê

“Parabéns pelo bebê!”

1 e 2 Semana do seu bebê

Parabéns pelo bebê!

Seu bebê…

Não somente você, mas também seu bebê passou por algo muito exaustivo e marcante com o nascimento. Ele está exausto pelo trabalho de parto e também por todas as novas impressões de seu ambiente. Talvez a cabecinha ainda esteja um pouco deformada, as pálpebras ainda ligeiramente inchadas, porém tudo isto se resolve por si só nos primeiros dias.

Seu bebê dorme em média de doze até dezoito horas distribuídas entre o dia e a noite.

O resto do cordão umbilical no umbigo de seu bebê secará nos primeiros dias, ficará escuro e se desprenderá entre cinco e dez dias. O curativo umbilical diário será necessário até que a base do umbigo esteja seca. Caso você tenha perguntas, fale com seu médico, que também te aconselhará com a amamentação.

Caso sua criança perca peso nos primeiros dias, isto não é motivo para preocupações. A perda de até dez por cento do peso durante a primeira semana de vida é totalmente normal, pois o leite materno ainda não está refinado e ela ainda precisa se exercitar para descobrir como funciona essa história de mamar no peito. Esse peso será recuperado dentro de duas a três semanas.

Não se assuste se encontrar fezes grudentas preto-esverdeadas nas fraldas. Trata-se, nesse caso, do mecônio (O mecônio é uma substância escura, de tom esverdeado, viscosa), com o qual sua criança expele o que ingeriu no ventre materno, por exemplo., também a lanugem (pelinhos) e escamas de pele. Após dez dias, as fezes ficarão mais moles e claras.

E você…

Finalmente você descobre quem estava cutucando você por dentro durante os últimos nove meses. Mas até mesmo você como mãe poderá descobrir essa nova pessoa dentro de você mesma. A natureza fez com que você sentisse isso na pele de uma maneira muito intensa.

Quase todas as mães conseguem amamentar suas crianças. Inicialmente, seus seios fornecerão um colostro (é uma forma de leite de baixo volume secretado nos primeiros dias de amamentação pós-parto). Após três a cinco dias, você experimentará a injeção de leite. Os seios podem estar dolorosamente repletos de leite e, portanto, também maiores. Certamente você e sua criança aprenderão juntas a desfrutar a amamentação com o tempo. Caso ocorram dificuldades, na maioria das vezes paciência e pessoas experientes, que podem aconselhá-la e apoiá-la, são de grande ajuda.

No quarto ou quinto dia após o parto, talvez você seja surpreendida por um mau humor cheio de tristeza, o babyblues, mais conhecida como depressão pós-parto. Provavelmente você estará bastante sensível nesse momento e seu humor pulará da euforia absoluta até a mais profunda depressão. A experiência perturbadora do parto, ainda mais quando tiver ocorrido com complicações, a conscientização de que agora você está ligada para sempre com a sua criança, e os hormônios, tudo isso são fatores que contribuem de alguma forma com o seu mau humor. Mantenha-se relaxada, na maioria dos casos o “Blues” passa depois de poucos dias. Caso não, você deve falar com seu médico ou com sobre isto.

Após sua alta do hospital ou da maternidade, você será assistida por seu ginecologista obstetra chamado cuidado pós-operatório. Ele lhe dará dicas para a amamentação de seu bebê, ela examinará a sutura do parto (se levou algum ponto no parto) ou a cicatriz da cesariana e a aconselhará quanto ao assunto cuidados com o bebê. Ele também se informará sobre sua secreção semanal (espécie de sangramento) assim como sobre sua condição espiritual. Seu ginecologista, uma consultora de amamentação ou uma boa amiga naturalmente também podem ser bons interlocutores nesses tempos de puerpério imediato.

Lembrete

Você se preparou durante nove meses e agora você segura todo o seu orgulho em seus braços: seu bebê. Por um lado, você provavelmente estará sentindo uma profunda necessidade de repouso e recuperação após o parto cansativo. Por outro, talvez você deseje mostrar seu pequeno filho ou filha aos seus parentes e amigos o quanto antes.

Estas visitas, porém, poderão significar muito esforço para você. Por esse motivo, quando possível, você deve convidar os hóspedes de tal forma que você e seu parceiro ainda tenham um pouco de tempo para si e para desfrutar a nova condição familiar.

Leia também sobre a 3ª e 4ª Semana do seu bebê

manual-do-bebe-2-banner-verde

Assuntos relacionados: 1 e 2 Semana, Semana do bebê