Primeiro Mês de Gravidez – Entenda tudo sobre sua Gestação

As primeiras semanas dão início aos desenvolvimentos de importantes órgãos do embrião e formação da placenta.

barriga primeiro mes de gravidezDescubra tudo que acontece, todas as novidades do seu corpo nesse período e o desenvolvimento do bebê nessas semanas.

O primeiro mês de gravidez é marcado por uma série de adaptações do corpo que começa a se preparar para o bebê que está chegando.

A barriga ainda não aparece, mas você já pode sentir as roupas mais apertadas na região do abdômen mesmo sem nada aparente.

As primeiras semanas dão início aos desenvolvimentos de importantes órgãos do embrião e formação da placenta.

Os enjoos característicos da gravidez começam e podem permanecer até o fim do primeiro trimestre.

Como saber se está mesmo grávida?

O principal indicativo costuma ser a menstruação atrasada, mas se seu ciclo é irregular, preste atenção no seu corpo e sinais para identificar outros sintomas, como enjoos, dores de cabeça e náuseas, que normalmente você não tem. Isso também pode indicar o início da gravidez.

A partir daí, já é possível realizar exames que detectam o hormônio Gonadotrofina Coriônico Humana (HCG), produzido pelo corpo durante a gestação.

Existem dois tipos de exame: o de sangue e o de urina. Os testes de farmácia devem ser feitos com a primeira urina do dia, quando se pressupõe que o hormônio estará mais concentrado. Já o exame de sangue é mais preciso. Além de detectar se o hormônio está presente no corpo da mulher, também indica a quantidade presente no organismo. Solicite ao seu médico o pedido de exame para que você o realize após o atraso da menstruação.

Deu positivo? Agora é comemorar e prestar atenção nas novidades e se preparar para cada descoberta a partir deste primeiro mês de gravidez!

O que você sente

O início da gravidez traz sintomas semelhantes com o do período menstrual, como cólicas, enjoos e cansaço.

O inchaço dos seios é um dos principais sintomas do primeiro mês de gravidez. As mamas ficam mais sensíveis e podem ficar doloridas devido à mudança.

Algum incômodo na região do ventre, como pontadas, também podem acontecer. Elas se dão pelo período de nidação, que é a implantação do óvulo fecundado (zigoto) no útero. Isso costuma acontecer na primeira e segunda semana.

Talvez você fique mais estressada, isso acontece pelas mudanças hormonais. Alguns hormônios param de ser produzidos e outros, específicos da gestação, começam a aparecer.

A vontade de fazer xixi vai aumentar, pois o útero vai pressionar a bexiga. Mesmo assim, continue ingerindo muito líquido.

Alimentação

Os primeiros meses da gravidez são os mais sensíveis para a mamãe e o bebê, então cuide do seu corpo.

Mesmo com tantos enjoos e náuseas, não deixe de se alimentar adequadamente e beber muita água para manter-se hidratada, é essencial.

Não coma alimentos pesados e gordurosos. A noite, principalmente, faça uma refeição leve para que seu descanso e sono não sejam comprometidos.

Coma mais vezes ao dia e invista nas frutas para os momentos do lanche. Sua alimentação garantirá os nutrientes do bebê e sua saúde.

Alguns alimentos vão enriquecer os nutrientes levados ao seu filho e manter seu corpo saudável para a gravidez.

Além do ácido fólico essencial para a gravidez, converse com seu ginecologista para possíveis melhorias e adaptações no seu cardápio habitual na alimentação.

As fibras são essenciais para manter o bom funcionamento do intestino, que fica mais lento durante a gestação. Coma muitas verduras, legumes, frutas e cereais.

O cálcio, que contribui para a boa formação óssea e é um dos elementos de composição do sangue que evita anemia, pode ser encontrado em carnes, vegetais verdes e grãos.

Vitaminas B ajudam no desenvolvimento do cérebro do bebê. Você pode encontrar na carne de boi, no peixe, ovos e leite.

O ferro e o zinco influenciam no crescimento do bebê e formação das células. Coma carne e tome leite para alcançar esse nutrientes.

Para encontrar ácido fólico, que ajuda na formação do bebê, invista em espinafre, escarola, brócolis, repolho, laranja, abacate, grão-de-bico, lentilha, feijão-branco e fígado de boi.

Cuidados

O primeiro mês de gravidez é um período especial e crítico para o desenvolvimento do bebê, portanto, tomar precauções e cuidados específicos são necessários para o bom curso da gestação.

Abortos espontâneos ou malformações são decorrentes no primeiro trimestre. Faça todos os exames necessários nesse períodos e dê início ao seu pré-natal. Converse com seu ginecologista e tire todas as dúvidas sobre sua saúde e de seu bebê.

Por mais que o bebê seja formado dentro do seu ventre,a genética dele não faz parte do seu organismo, portanto existe o período de ‘reconhecimento’ do seu corpo e do que está acontecendo nele.

O bebê passa pelo seu sistema imunológico para chegar ao útero, onde começa seu desenvolvimento e da placenta. Mas seu sistema imunológico pode não reconhecer o embrião e considerá-lo um corpo estranho, o que provoca o aborto.

Se você já sofreu algum aborto espontâneo, fique atenta e converse com seu ginecologista sobre isso. Ele pode recomentar medicamentos ou cuidados específicos para esses primeiros meses da gravidez.

Em casos de istmo-cervical, os cuidados também são essenciais. O istmo-cervical é o nome dado ao colo do útero mais fraco ou mais curto que costuma dilatar e afinar apenas com o peso do bebê, o que acaba causando o nascimento precoce da criança (entre o segundo trimestre ou início do último trimestre). Nesses casos, o bebê pode não resistir, e é considerado aborto espontâneo tardio. Seu médico pode recomendar uma cirurgia de simples intervenção chamada de cerclagem, que deve ser realizada no inicio da gestação para maior eficácia. A cirurgia garante que o útero sustente o peso do bebê durante seu desenvolvimento. Essa insuficiência do útero acomete apenas 1% das mulheres.

Manter o corpo ativo com exercícios leves vai te ajudar com o cansaço em excesso que acontece durante a gravidez. Yoga e natação são atividades recomendadas para as futuras mamães.

O que vai mudar

Alguns hábitos devem ser evitados ou realmente tirados da sua rotina, principalmente nos primeiros meses de gravidez.

Como alertado anteriormente, as atividades físicas são excelentes para a saúde do corpo mesmo durante a gravidez, mas se seu esporte preferido é de alto impacto, converse com seu médico para saber se pode continuar praticando ou deve procurar por outros exercícios mais leves.

Se você ou seu parceiro são fumantes, chegou a hora de abandonar essa prática. Isso também vale para bebidas alcoólicas. São componentes químicos muito fortes que agridem diretamente o bebê e podem trazer problemas para seu desenvolvimento.

Se no seu tratamento estético está incluso algum tipo de ácido, apresente ao seu ginecologista e converse com seu dermatologista a respeito. Nem todos são prejudiciais para o seu bebê, mas todo tratamento deve ser adequado a este novo momento do corpo.

A automedicação é proibida, até mesmo o mais simples analgésico deve ser consultado ou indicado pelo seu médico.

Se você faz algum acompanhamento médico com medicação específica, também deve comentar com o ginecologista para saber se algum dos componentes químicos pode prejudicar o bebê.

Lembre-se: qualquer novidade ou dúvida deve ser informada ao seu médico! Manter-se informada sobre o que acontece nesse momento é essencial e dará muito mais confiança para você e tranquilidade para sua gestação.

Baixe nosso Manual da Grávida e tenha com você sempre que precisar essas e muitas outras informações essenciais para sua gestação!

 

Assuntos relacionados: Desenvolvimento, Gestação Mês a Mês, Gravidez, Primeiro Mês de Gravidez