Quando ir para maternidade? Qual é o momento certo?

Quando ir para maternidade Qual é o momento certoDa primeira contração até o momento do nascimento mesmo há algumas etapas a serem vencidas.

Geralmente a regra é a seguinte: uma mulher, no primeiro parto, deve ir à maternidade quando estiver tendo contrações de 45 a 60 segundos de duração, há pelo menos uma hora, de 5 em 5 minutos. Mulheres que já tiveram filhos devem entrar em contato com o local do parto um pouco antes. Quando você tiver contrações a cada 10 minutos, que são sentidas na duração e intensidade descritas acima.

Tipos de Contrações

Irregularidades no ritmo e na intensidade da contração levam com frequência à conclusão de que está na hora do parto. Mas essas contrações podem ser de diferentes tipos e é bom aprender a identificá-las.

Aconteceu comigo: “Depois do rompimento de minha bolsa amniótica, telefonei para minha obstetra para avisar que estava começando. Ela riu e disse que enquanto eu conseguisse pegar o telefone e ligar ainda não estaria no ponto. Ela passou em minha casa, me examinou e orientou que esperasse minhas contrações ficarem mais regulares. Realmente, duas horas depois eu não consegui mais alcançar o telefone de tantas dores, meu marido localizou a médica e ela soube imediatamente que daquela vez era sério.” [Maria Fernanda, 36 anos]

Saída de líquido amniótico

Outro sinal é quando subitamente sai um grande volume de líquido amniótico ou quando você perde líquido em gotas contínuas, o que pode ser um indício de uma ruptura da bolsa amniótica. Em ambos os casos, telefone imediatamente para seu médico para discutir o procedimento a seguir. No caso de rotura da bolsa, é importante verificar o nível das contrações e da dilatação. Isso decidirá sobre a urgência com a qual você deve chegar à maternidade.

Contrações precoces ou hemorragias

Se antes da 37ª semana de gestação você subitamente sentir contrações frequentes e dolorosas, ou mesmo tiver a suspeita de que está perdendo líquido amniótico, avise imediatamente seu médico. Assim, os exames necessários poderão ser realizados em tempo hábil para excluir, evitar ou adaptar o acompanhamento de um parto prematuro. No caso de hemorragias inesperadas, com ou sem contração, é obrigatório um contato imediato com seu médico ou com o hospital!

Assuntos relacionados: Contrações Prematuras, Hemorragia, Líquido Amniótico, Maternidade, Nascimento, Parto, Parto Prematuro, Semana 36, Semana 37, Semana 38, Semana 39, Semana 40, Tipos de Contrações